Tech vs Qualidade de vida: aliadas ou inimigas?

Faz parte do nosso dia a dia. Está em todo o lado, visível e invisível. Inegável e incontornável. É graças a ela, que escrevi esta peça. E é graças a ela, que outros tantos a irão ler.

Mas qual é exatamente o papel da tecnologia na nossa vida? Uma aliada na promoção e aumento da nossa qualidade de vida? Ou pelo contrário, uma inimiga que nos mantém reféns?

Comecemos por compreender  o conceito de qualidade de vida. Segundo a OMS, é “a percepção do indivíduo da sua posição na vida no contexto da cultura e sistema de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objectivos, expectativas, padrões e preocupações (WHOQOL, 1994).” Isto é, a percepção de qualidade de vida é subjectiva, e depende do conjunto de valores e objectivos de vida de cada sujeito, inserido num conjunto mais lato de princípios da cultura em que este se insere. No entanto é possível, destacar alguns aspectos centrais que caracterizam este conceito. Acesso à água, alimentação, habitação, educação e cuidados de saúde, podem ser interpretados como aspectos básicos da qualidade de vida. Na sociedade ocidental, é todavia, frequente recorrermos a outros medidores. É o acesso a internet, os gadgets de última geração, as viagens, e até a alimentação dita gourmet, que dirá a qualidade da nossa vida.

O outro conceito a explicar é tecnologia. O dicionário da Língua Portuguesa da P.E, define tecnologia como “conjunto de instrumentos, métodos e técnicas que permitem o aproveitamento prático do conhecimento científico.”

É pois, todo o processo, que parte  da identificação de um problema prático até à solução para o mesmo, da ideia ao produto final.

É um conceito que nos acompanha desde dos primórdios da história do homem. Pese embora, a sua definição seja um construto moderno.

A tecnologia permitiu-nos voar, falar com alguém a quilómetros de distância, salvar vidas que de outra maneira estariam perdidas. Graças a ela, recuperamos mundos perdidos, e descobrimos novos.

Se inicialmente o processo foi lento, e por vezes até pareceu estagnar, hoje não é assim. O que até aí julgamos certo, o que acreditamos ser o último “grito” da tecnologia, no dia seguinte não é assim. E com isto, descobrimos que todos os dias temos novas necessidades. Se a tecnologia nos permitiu evoluir, criando novos horizontes. O seu lado negro, criou uma dependência, estimulando um crescente consumismo, advento da era do descartável. Hoje, nada dura mais do que meia dúzia de dias. Tudo é dispensável e substituível.

Mas a tecnologia também tem um lado positivo. Devemos a sua constante mutação e evolução, descobertas que nos permitem aumentar a nossa longevidade. Reduzir a distância que nos separa.  Conhecer locais, que para muitos, de outra maneira não seria possível. A tecnologia faz chegar aos mais remotos lugares da terra, educação e oportunidades de um futuro diferente, a muitos que sem ela, estariam condenados.

São inegáveis e inúmeros os benefícios da tecnologia. O seu desenvolvimento é sinal claro de progresso, e permite ainda hoje ultrapassar as limitações que nos são impostas pela Natureza. Sem embargo, o preço a pagar é elevado. Não esqueçamos que a tecnologia permite hoje destruir milhões de vidas, pressionando um simples botão. Se a tecnologia nos permitiu elevar os parâmetros da qualidade de vida, também criou uma dependência enorme, restringindo a nossa imaginação e capacidade de resolver problemas sem o recurso a tecnologia.

Recordo-me de um filme de animação recente, que mostrava um rotundo homem, confortavelmente sentado numa cadeira e servido por robots, sem esforço nenhum. Quase esquecido de como andar. Estamos assim tão longe desta imagem?

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s