Ser esposa de um GEEK

Este “artigo” surge de uma ideia conjunta (minha e do meu marido). Ele sugeriu que eu escrevesse alguma coisa para o blog dele, e eu sugeri este texto, que reflete aquilo que se passa cá em casa.

Vou começar com uma breve, simples e verdadeira definição de GEEK, “(…) é uma gíria da língua inglesa cujo significado é alguém viciado em tecnologia, em computadores e internet (…)”, só por aqui, podem ver o quão divertido isto pode ser, ou não.

Tem dias em que, confesso, me dá um jeito do caraças ser casada com um geek, “oh amor, vi um trailer de uma série que me parece ser altamente”, dou-lhe dois minutos e a serie está a passar na minha televisão da sala (que é também ela, fruto desta coisa das “geekices”) ou “oh amor, estas facas cá de casa não cortam nem manteiga no verão”, dou-lhe uma semana e tenho um aparelho que corta, lava, transforma e pica legumes. Imaginam o jeito que isto dá? Pois é.

Gearbest Banner

Mas, e sim tudo tem um mas, há alturas em que é demais. Em que eu só peço saúde, para conseguir acompanhar a sua mente brilhante, entre coisas que funcionam quando batemos palmas e outras que ligam através do telemóvel. Vá, estou a exagerar, nas palmas, mas é isto que eu sinto. Tem dias, em que acho que um dia toda a minha casa vai funcionar consoante a minha respiração. Conseguem imaginar? Eu consigo. Torna-se fácil, passado algum tempo.

Aqui há tempos, estávamos nós sentados no nosso sofá, que não sei como não fala connosco e não nos ofende porque estamos com o rabo demasiado gordo, e dou comigo a dizer, “amor, acende a luz aí com o teu telemóvel, que está escuro”, e pronto. Quando chegas a esta fase, está tudo perdido. Não há volta a dar.

É cansativo. E ao mesmo tempo útil. É o chamado “pau de dois bicos”. Os dias, passaram a ser divididos entre conversas “normais” sobre o tempo, as notícias que se passam no mundo, o que vamos jantar, mas MAIORITARIAMENTE, em frases como: “olha aqui (no telemóvel, numa das 48273629376 aplicações de gadgets) este nada de coisa nenhuma, que pisca 9283710 luzes por minuto” de cores que nem eu sabia que existiam, e que serve para por em cima da mesa, ou “e este outro nada de coisa nenhuma que é super mega desenvolvido e faz sksdhrysgajsjs”, não, não é erro de texto, nem me pisaram o teclado, é mesmo para que vocês entendam o que eu entendo, que é nada. Entre uns suspiros e outros, eu vou tentando entender para que servem estas coisas, como funcionam e em que medida podem ser úteis, e tenho-vos a dizer, que tenho um longo caminho a percorrer.

Há dias em que desisto, e limito-me a abanar a cabeça e a emitir sons.

Digo-vos, ele consegue resolver “problemas” tecnológicos em menos de meio segundo, já no que toca a assuntos, não relacionados com tecnologia, internet, gadgets e afins, consegue demorar quase uma semana.

Sabem aquelas piadas básicas, “iam dois gajos a andar de mota, um caiu, o outro chamava-se Manel”, que nós ditos normais, rimos desalmadamente, pois… ele demora cerca de 10 minutos a entender, e quando se ri, já eu estou noutra.

Mas nada é perfeito, e eu gosto de ser casada com este GEEK.

Escrito por: IDOMOC.

Gearbest Banner

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s